Seguradora da Espanha está utilizando inteligência artificial para o processo de avaliação de sinistros

Tecnologia e seguros andam lado a lado. A evolução tecnológica vem possibilitando muitas facilidades dentro do ramo de seguros, como a regulação de sinistros com inteligência artificial (AI), cotação on-line de seguros, e até mesmo a reunião de todas as corretoras em um único local, como é o objetivo deste site. Confira abaixo a novidade sobre a tecnologia relacionada aos processos de seguros.

Este é um marco na história dos seguros! Nunca antes a inteligência artificial participou do processo de avaliação de sinistros. No entanto, uma empresa espanhola, chamada Admiral Seguros passou a utilizar IA para avaliar danos em automóveis. A tecnologia é tão avançada que permite criar ofertas, no momento da inspeção, para o pagamento do sinistro, de acordo com a apólice do segurado.

A solução foi criada por uma empresa de tecnologia chamada Tractable. A ferramenta avalia precisamente as avarias causadas nos automóveis, tirando fotografias que são enviadas para a corretora através de um software on-line.

A tarefa de apuração de danos, até então, é manual e muito trabalhosa. A inteligência artificial permite avaliar os danos com muita precisão e leva apenas alguns instantes, dispensando, na maioria dos casos, a revisão manual. Após receber as informações, a seguradora envia ao segurado uma proposta de indenização. A tecnologia criada vem possibilitando liquidar sinistros em poucas horas.

Segundo José María Pérez de Vargas, que atua como chefe na gestão de clientes dentro da Admiral, a empresa vem progredindo tecnologicamente, mas a digitalização continua sendo uma excelente forma de prestar serviço aos corretores, com transparência e sem necessidade de viagens. “Trata-se de um processo de gestão de sinistros simples e inovador“, afirma José.

A inteligência artificial desenvolvida utiliza os conceitos de deep learning. Para quem entende de programação, a deep learning é uma forma de inteligência artificial desenvolvida na linguagem Python. Agora, estes conceitos estão sendo aplicados à área de seguros. O algoritmo permite analisar inúmeras variedades de exemplos diferentes. Quanto mais dados forem coletados de sinistros, maior o banco de dados da IA, e, consequentemente, mais confiáveis serão os resultados. Esta inteligência permite aplicar os cálculos algorítmicos para realizar a avaliação de sinistros em qualquer veículo do mundo. Provavelmente, em alguns anos, essa tecnologia chegará ao Brasil.