Plano de saúde vale a pena durante a pandemia?

planos de seguro covid 19

Os planos de saúde para empresas são algo bastante importância se você possui preocupações com o seu bem estar. 

Mas com a chegada da pandemia, muitas pessoas criaram dúvidas sobre isso, o que mudou, e será que ainda vale a pena?

Claramente, algumas coisas mudaram, e não serão da mesma maneira de antes, portanto, mostraremos a diferença. 

O que é plano de saúde? 

O plano de saúde, também podendo ser confundido com Seguro de saúde, é um serviço dado por alguma empresa privada, que disponibiliza atendimento médico com uma maior qualidade, contando com psicólogos, nutricionistas, laboratórios e afins. Cada empresa terá a sua própria rede de atendimento, sendo que as clínicas e os profissionais serão diferentes. 

Com ele, você poderá consultar o atendimento e selecionar o que desejar, portanto que seja coberto pela empresa, já que o plano não cobre algo de fora. Desta forma, caso esteja dentro da rede de atendimento da empresa, ficará livre para escolher a clínica ou o profissional. 

Geralmente, os tipos cobertos variam de empresa para empresa. Obviamente, as maiores sempre possuem um serviço de alta qualidade, com a cobertura melhor, ajudando bastante quando precisar. O serviço é oferecido de diversas formas, sendo: 

  • Individual: É a opção mais cara, sempre personalizada para uma única pessoa 
  • Familiar: Esta é para familiares de quem contrata, o que inclui mãe, pai, filhos e afins 
  • Coletivo: Contratado por um grupo de pessoas, é normal em associações ou sindicatos 
  • Empresarial: Feito para empresas públicas e privadas que desejam ajudar seus funcionários. Ele é cobrado diretamente na folha de pagamento, reduzindo parte do que precisar. 

Também existem alguns tipos de planos, sendo os segmentados e os de referência. 

Mas, o que são planos de referência e planos segmentados? 

Os planos de referência são os mais caros, afinal, são os mais completos, cobrindo qualquer área de tratamento necessário, desde cirurgias e exames até transplantes. 

Já os segmentados atendem conforme o plano, mais limitado.  

Qual a diferença de plano de saúde e seguro de saúde? 

Diferente do plano de saúde, o seguro de saúde não é fornecido por uma instituição, tratando-se de um contrato seguro, que reembolsar o contratante pelas despesas médicas. 

O contratante fica livre para escolher profissionais e as instituições médicas, da mesma forma que o plano de saúde.  

Ambos são constantemente confundidos, e com motivo! Os planos possuem muitas coisas em comum. 

O que mudou nos planos de saúde com a pandemia? 

Com a Pandemia chegando ao Brasil, os planos de saúde tiveram uma alteração, agora focando somente em exceções. Diferente de antes, agora só planos de saúde, tiveram os prazos máximos de atendimentos que não forem urgentes, por decisão da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).   

O limite atual é para os tratamentos que não podem ser deixados para outra hora, tendo maior prioridade. Caso você possua um plano e precise de uma consulta, precisará esperar 14 dias ao invés de 7, como antes. 

A ANS informou que, mesmo com o contato do consumidor, a operadora do plano de saúde não atender no novo prazo feito, pode ser feita uma denúncia para a agência reguladora. É necessário informar o protocolo de contato fornecido pelo plano de saúde. 

Por outro lado, o reembolso continua igual a antigamente. Mesmo com a pandemia, caso entrar em contato com a operadora, e tenha sido obrigado a pagar custos de serviço por não atendimento, será necessário reembolsá-lo em até 30 dias, contando da data de solicitação. 

Telemedicina 

Outra parte que mudou foi a inclusão da telemedicina. Agora, é permitido que os médicos façam consultas a distância. Era algo que já estava em funcionamento a algum tempo, mas está sendo visto com mais frequência. 

Caso o beneficiário necessite de alguma consulta não tão urgente, pode utilizar da telemedicina, fornecida pelo sistema público de saúde. A consulta pode ser feita por chamadas de vídeo de aplicativos ou plataformas online. Assim, não precisará ir a hospitais e estará seguro, longe de doenças. 

Troca de plano 

Se você quiser mudar de plano durante a pandemia, as regras são as mesmas. Porém, é necessário seguir regras, como contrato ativo e pagamento em dia. 

Ainda vale a pena usar plano de saúde durante a pandemia? 

Mesmo com algumas mudanças, os planos de saúde ainda garantem tratamento em casos graves, além de consulta a distância, portanto, ainda é algo bom. 

Caso se machuque de forma grave, sem o plano, terá que recorrer aos hospitais públicos, o que não é confortável, por sempre estarem cheios pela instabilidade ainda pior.  

Claro, não é tão eficiente quanto antes, mas neste momento atual, qualquer forma de manter a saúde, mesmo que não seja tão boa, ainda é necessária e pode ajudar. Em suma, ainda vale a pena utilizar, mais do que antes. 

 

Leia também:  É melhor ter um plano de saúde ou guardar o dinheiro para despesas com saúde?